Celebração do Dia

28 DE JULHO
Comemoração do aniversário da sacerdotisa e profetisa Pythia, na Grécia, cujo nome originou a designação geral das profetisas dos Óraculo de Delfos. As mulheres escolhidas para esse cargo, de extrema importância, deveriam ter mais de 50 anos, já terem passado pela menopausa, serem casadas e terem sido aprovadas em um intenso treinamento psíquico, com muita disciplina. Mensalmente, após rituais de purificação, Pitonisa sentava-se em um tripé, mastigava folhas de louro e inalava os vapores que saiam das fendas da terra, entrando, assim, em transe extático e fazendo professias.
Festival irlandês homenageando Domhnach Chron Dubh, o deus dos grãos que simboliza seu sacrifício no ato da colheita e Dea Domnann, a deusa da Terra e da fertilidade, que recebia em seu ventre o deus sacrificado, proporcionando-lhe o renascimento como criança solar no solstício de inverno.
Dia de São Cristóvão, derivado da celebração do antigo deus nórdico Thor.

*informações extraídas do livro “ O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.

Próximos rituais

Todos os rituais são realizados na UNIPAZ - Brasília
Energia de troca: R$ 15,00

Atenção: Os portões serão fechados às 20h30. Não será permitida a entrada após esse horário.

Pedimos a gentileza de não fotografar, filmar, gravar ou realizar qualquer outra forma de registro antes, durante ou após os rituais, sem autorização da Teia de Thea.

Informações: 8233-7949 ou teiadethea@teiadethea.org

Lua Azul: Celebração das Deusas da Colheita

Data: 31 de julho

Vestir saias ou vestidos em tons da terra ou verde.
Levar um manto ou xale azul.
* Use agasalhos, local muito frio.

Lista de material:
* vela azul (dentro de um copo);
* pedra azul;
* garrafinha azul, com água potável, identificada com seu nome;
* lista de agradecimento pelos bons e maus momentos marcantes vividos no ano;
* frutas secas e/ou castanhas para compartilhar;
* tambor ou chocalho, se tiver;
* leve sua água para consumo.

# Recomendamos não levar crianças