Novidades!


* A nova edição do livro "O Anuário da Grande Mãe" já está disponível nas livrarias! ***


*** Estão abertas as inscrições para o novo grupo de estudos da tradição da Deusa e vivências de (re)conexão com a sacralidade e ritos femininos. ***

* Novo Grupo da Teia de Thea! - Veja as orientações!


Celebração do Dia

25 DE JUNHO
Na Índia, celebrava-se Teej, o festival de Parvati, a grande deusa do Himalaia. Ela é a manifestação de Shakti, a consorte de Shiva, mãe de Ganesha, o deus com corpo humano e cabeça de elefante. Parvati era um dos aspectos de Devi, a Grande Mãe hindu e representava o amor, a paixão e sexualidade. Filha do éter e do intelecto, ela era a regente dos elfos e dos espíritos da terra. Era considerada a personificação do Monte Himalaia, sendo diversificada em várias deusas regionais ligadas às forças da terra, da natureza, da inteligência e da criatividade.
Parvati pode ser invocada para aprender o equilíbrio entre o físico e o espiritual, buscar alegria, harmonia, sabedoria e realização sexual, conectando, assim, seus múltiplos aspectos.
Festa escandinava celebrando as deusas protetoras da fertilidade e da sexualidade Foseta, Frigga, Freya, Ingeborg, Lofn e Yngvi.
Festa neo pagã dos aspectos homossexuais da tradição Wicca, celebrando a Deusa, a vida, o amor e a liberdade de se expressar de forma pessoal, sem se deixar influenciar por preconceitos, seguindo apenas a voz do coração.

*informações extraídas do livro “ O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.

Próximos rituais

Todos os rituais são realizados na UNIPAZ - Brasília
Energia de troca: R$ 20,00

Atenção: Os portões serão fechados às 20h30. Não será permitida a entrada após esse horário.

Pedimos a gentileza de não fotografar, filmar, gravar ou realizar qualquer outra forma de registro antes, durante ou após os rituais, sem autorização da Teia de Thea.

Informações: 8233-7949 ou teiadethea@teiadethea.org


Plenilúnio: Celebração da Deusa Laima - Deusa do amor

Data: 19 de julho às 20h

*** Somente para mulheres ***











Celebração de Lammas: A Colheita

Data: 1º de agosto às 20h

Usar roupas em tons terrosos, como marrom ou ocre ou tons de verde. Sai ou vestido para mulheres.

Lista de material:
* vela verde, dentro de um copo
* amuleto pequeno a ser consagrado pra represente a colheita (pedra, colar, anel...)
* lista de agradecimentos pelos bons e maus momentos marcantes vividos no ano - sua colheita
* frutas frescas, secas e/ou castanhas - para compartilhar
* tambor ou chocalho, se tiver.
-> Levar água potável para seu consumo.

++ Recomendamos levar agasalhos, pois o ritual será ao ar livre ++

*** Aberta também aos homens ***

# Não recomendado para crianças!