Celebração do Dia

10 DE DEZEMBRO
Celebração de Danu, a Deusa Mãe irlandesa, guardiã do conhecimento, protetora das famílias e tribos, regente da terra, da água e da constelação de Cassiopéia, chamada Lys Don – a corte de Danu - em sua homenagem.
A mais importante das antigas deusas irlandesas, Danu era a dirigente de uma tribo de divindades nomeada Tutha de Danaan - o povo de Danu -, que depois foram diminuídos (pelos mitos posteriores às invasões dos povos celtas) a uma classe de fadas chamadas Daoine Sidhe. Seu nome - “Dan” – significava conhecimento, tendo sido preservada na mitologia galesa como a deusa Don, enquanto outras fontes equiparam-na à deusa Anu. Segundo as lendas, os Tuatha de Danaan, exímios magos, sábios, artistas e artesãos, foram vencidos pelos rudes e guerreiros Milesianos, retraindo-se nos Mundos Internos da colinas, chamadas “shide”.
Reverencie a remota lembrança dessa Deusa, transportando-se para “Paps of Danu”, seu lugar sagrado, as colinas com formato de seios da Deusa. Veja-se cercada de mulheres vestidas com túnicas verdes bordadas, longas tranças ruivas enfeitadas com flores, usando colares de âmbar e tiaras douradas, tocando harpas e dançando ao seu redor, pedindo-lhes, então, para levarem-na à presença da Deusa Danu.
Festival romano Lux Mundi, dedicado à Deusa Lucina, modernizado na França como um festival dedicado à Deusa da Liberdade, com procissões de velas e orações de esperança.
Rituais de purificação dos índios Inuit, do Alaska. Em seguida, cerimônias noturnas honrando os espíritos dos animais mortos ao longo do ano nas caçadas, reverenciando Sedna, a deusa do mar e das baleias.

*informações extraídas do livro “ O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.