Celebração do Dia

11 DE FEVEREIRO
Festa de Nossa Senhora de Lourdes, na França, comemorando a primeira visão da Virgem, em 1858, por Bernadette Soubirous. A gruta de Lourdes era um antigo local de culto dedicado à deusa Perséfone, com uma fonte de águas curativas procurada até hoje por milhares de pessoas.
Antiga comemoração húngara da Deusa Mãe Boldogasszony, padroeira das mães e das crianças, cristianizada como Virgem Maria.
Em vários lugares do mundo, a Grande Mãe apareceu manifestada como Maria, a mulher que manteve vivos, na mente e nos corações dos homens, a imagem e o amor pelo Sagrado Feminino nos últimos dois mil anos.
De acordo com sua crença ou conexão mitológica, reverencie a Mãe Divina e peça-lhe a cura de seus males ou aflições físicas, emocionais, mentais, materiais ou espirituais. Vá a uma gruta, fonte lugar sagrado ou templo, acenda uma vela de cera, ofereça-lhe lírios brancos, entoe o mantra sagrado “maaaa”, ore e sinta o amor da Grande Mãe envolvendo-a e curando sua vida.

*informações extraídas do livro “ O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.