Celebração do Dia

25 DE JUNHO
Na Índia, celebrava-se Teej, o festival de Parvati, a grande deusa do Himalaia. Ela é a manifestação de Shakti, a consorte de Shiva, mãe de Ganesha, o deus com corpo humano e cabeça de elefante. Parvati era um dos aspectos de Devi, a Grande Mãe hindu e representava o amor, a paixão e sexualidade. Filha do éter e do intelecto, ela era a regente dos elfos e dos espíritos da terra. Era considerada a personificação do Monte Himalaia, sendo diversificada em várias deusas regionais ligadas às forças da terra, da natureza, da inteligência e da criatividade.
Parvati pode ser invocada para aprender o equilíbrio entre o físico e o espiritual, buscar alegria, harmonia, sabedoria e realização sexual, conectando, assim, seus múltiplos aspectos.
Festa escandinava celebrando as deusas protetoras da fertilidade e da sexualidade Foseta, Frigga, Freya, Ingeborg, Lofn e Yngvi.
Festa neo pagã dos aspectos homossexuais da tradição Wicca, celebrando a Deusa, a vida, o amor e a liberdade de se expressar de forma pessoal, sem se deixar influenciar por preconceitos, seguindo apenas a voz do coração.

*informações extraídas do livro “ O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.